segunda-feira, 7 de agosto de 2017

Papa Francisco condena ataque brutal contra Igreja Católica na Nigéria




VATICANO, 07 Ago. 17 / 11:30 am (ACI).- O Papa Francisco manifestou a sua condenação e as suas condolências pelo ataque terrorista na Igreja católica de São Felipe Ozubulu (Nigéria), no domingo, 6 de agosto, no qual morreram 8 pessoas e 18 ficaram feridas.
Através do Secretário de Estado do Vaticano, Cardeal Pietro Parolin, o Pontífice garantiu que se sente “profundamente entristecido ao saber da perda de vidas e dos feridos depois do ataque violento na Igreja Católica de São Felipe, Ozubulu”.
“Sua Santidade o Papa Francisco estende suas mais profundas condolências a todos os fiéis da Diocese de Nnewi, especialmente as famílias dos falecidos e a todos aqueles afetados por esta tragédia. Para toda a diocese, Sua Santidade invoca voluntariamente as bênçãos divinas de consolo e fortaleza”.
Embora inicialmente acreditassem que se tratava de um ataque terrorista, agora as autoridades do país acreditam que está relacionado ao tráfico de drogas e a criminalidade em geral.
O pároco da Igreja, Pe. Jude Onwuaso, não sofreu nenhum dano e manifestou aos meios locais que “o homem desconhecido entrou na igreja e disparou em um homem, antes de agredir indiscriminadamente os outros fiéis”.
A Diocese de Nnewi, à qual a igreja pertence, condenou o ataque: “O que pode levar uma pessoa a disparar nos fiéis inocentes, entre eles mulheres e crianças, no domingo de manhã?”.
A Diocese convidou a “não desanimar e não deixar de praticar a fé”. Por sua parte, a Associação Cristã da Nigéria (CAN) também condenou o ataque pedindo às autoridades que levassem à justiça os culpados por este ataque.
O presidente do país, Muhammadu Buhari, definiu o ocorrido como “um crime contra a humanidade e um sacrilégio inominável”.


ACIDIGITAL

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Contato:VALMIRCESARVGA@HOTMAIL.COM